nepp

ENFRENTAMENTO DA POBREZA ,  ASSISTÊNCIA  SOCIAL ,

TRABALHO E RENDA


Essa linha de pesquisa abriga diversos temas de estudo: o Sistema Único de Assistência Social (SUAS), a proteção à criança e adolescente, os programas de transferência de renda, mas em especial o Plano Brasil sem Miséria e a capacitação e qualificação de gestores públicos.

As políticas de transferência de renda vêm se consolidando como importante instrumento do sistema de proteção social brasileiro. Os dois principais programas implantados no país sob esta vertente – Benefício de Prestação Continuada e Programa Bolsa Família – têm se expandido nos últimos anos e geraram efeitos positivos sobre a pobreza e desigualdade social no país. Também os benefícios previdenciários (com o estabelecimento de um piso previdenciário de um salário mínimo associado à política de valorização do SM ocorrida na década) foram importantes, especialmente no tocante à prevenção da pobreza da população idosa.

No tema trabalho e renda essa linha está organizada em torno de estudos sobre famílias metropolitanas brasileiras e em especial sobre as especificidades dos arranjos e rearranjos familiares que limitam a inserção no mercado de trabalho e assim afetam a superação da pobreza. Esta linha de investigação tem permitido apontar segmentos a serem privilegiados por programas governamentais destinados à redução da pobreza e ampliação da proteção social.

Em especial no tema de enfrentamento da pobreza, há o apoio às estratégias de combate à pobreza em países da América Latina e Caribe (Paraguai, Colômbia, República Dominicana entre outros) na revisão dos programas e políticas e na formulação de recomendações.