nepp

 SITES DE INTERESSE 


  

                                                   revistapp       

                        

A Revista Gestão & Políticas Públicas constitui periódicos acadêmicos eletrônico semestral destinado à publicação de artigos originais sobre temas da gestão em políticas públicas, Preferencialmente pautados em uma abordagem interdisciplinar.

As contribuições encaminhadas à apresentação do corpo editorial do periódico podem ser provenientes de diferentes áreas do conhecimento, tendo em vista o amplo escopo de aplicação dos instrumentos de gestão no âmbito das políticas públicas.

O foco edital da Revista Gestão & Politicas  é especialmente voltado à consideração de artigos provenientes de pesquisa baseada na análise de aspectos quantitativos e/ou qualitativos das múltiplas dimensões temáticas da gestão em políticas públicas. 

Algumas das vertentes temáticas principais abarcadas pelo periódico incluem: Administração Públicas, Economia do Setor Público, Direito Publico, Avaliação de Programas Sociais e indicadores de Politicas Públicas, entre outras.

http://each.uspnet.usp.br/rgpp/index.php/rgpp/index


                                                      uniceub     

                                 

A Revista Brasileira de Políticas Públicas tem como finalidade constituir instrumento de veiculação de trabalhos científicos e doutrinários relacionados a aspectos ligados a interação entre Políticas Públicas e Direito. Direciona, portanto, seu objeto de interesse a questões referentes a governabilidade, integração, participação cidadã, desenvolvimento e outros temas envolvendo o Estado, a Sociedade e o Direito.

http://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/index.php/RBPP


revistapp

      

A Revista de Políticas Públicas (RPP) é uma publicação acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Maranhão, de periodicidade semestral, destinada a publicar trabalhos científicos produzidos por pesquisadores brasileiros e de outros países, quando considerados relevantes para o avanço teórico-prático das Políticas Públicas. Encontra-se em circulação desde 1995. Tem o objetivo de promover e disseminar a produção do conhecimento, o debate e a socialização de experiências acadêmicas, mediante a publicação de artigos, ensaios, resenhas e entrevistas, assim como criar mecanismos de intercâmbios científicos do Programa com outros programas de pós-graduação e instituições de pesquisa no Brasil e no exterior.

http://www.revistapoliticaspublicas.ufma.br/site/


                                            

                                                       anesp

     

A Respvblica é uma publicação gratuita editada pela ANESP desde setembro de 2002. Esta revista tem por objetivo estimular debates, principalmente nas áreas de Administração, Gestão e Políticas Públicas, por meio da divulgação de trabalhos produzidos por integrantes da Carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG) e outros especialistas. As edições desta revista são lançadas semestralmente. Utilize o quadro abaixo para visualizar edições publicadas em um ano específico. Para solicitar publicação de artigo na Respvblica ou comunicar críticas e sugestões encaminhe email para: estudosepesquisas anesp.org.br

http://www.anesp.org/


                                   historics

     É uma publicação trimestral da Casa de Oswaldo Cruz, unidade da Fundação Oswaldo Cruz dedicada à documentação, pesquisa em história das ciências e da saúde e divulgação científica. Distribuída desde julho de 1994, tem versão impressa e eletrônica e também está disponível na SciELO (www.scielo.br/hcsm).

    A revista é indexada no Brasil e no exterior. Seu perfil é dado, em linhas gerais, pelo trinômio história – ciências – saúde. História, nessa equação, não indica somente a disciplina, mas sobretudo a opção por uma perspectiva, um modo de observar, interpretar e agir que é partilhado por várias especialidades acadêmicas e profissionais. Saúde opera como marca de distinção: circunscreve um universo de objetos possíveis e, ao mesmo tempo, define o lugar em que nos achamos, como sujeitos de conhecimento e atores sociais. Ciências vem sempre no plural, por serem múltiplos os campos disciplinares que lidam com os processos de vida; por ser a polivalência uma característica da instituição a que pertencemos; e por ser a interdisciplinaridade condição essencial ao avanço dos conhecimentos, tanto em ciências da vida como em ciências sociais. Embora as ciências da vida sejam seu foco principal, o periódico também abre suas páginas para campos do conhecimento que se aproximam da perspectiva histórica.

www.revistahcsmanguinhos.coc.fiocruz.br/


                                                    capes  

  O Portal de Periódicos, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), é uma biblioteca virtual que reúne e disponibiliza a instituições de ensino e pesquisa no Brasil o melhor da produção científica internacional. Ele conta com um acervo de mais de 36 mil títulos com texto completo, 130 bases referenciais, 12 bases dedicadas exclusivamente a patentes, além de livros, enciclopédias e obras de referência, normas técnicas, estatísticas e conteúdo audiovisual.

     O Portal de Periódicos foi criado tendo em vista o déficit de acesso das bibliotecas brasileiras à informação científica internacional, dentro da perspectiva de que seria demasiadamente caro atualizar esse acervo com a compra de periódicos impressos para cada uma das universidades do sistema superior de ensino federal. Foi desenvolvido ainda com o objetivo de reduzir os desnivelamentos regionais no acesso a essa informação no Brasil. Ele é considerado um modelo de consórcio de bibliotecas único no mundo, pois é inteiramente financiado pelo governo brasileiro. É também a iniciativa do gênero com a maior capilaridade no planeta, cobrindo todo o território nacional.

http://www.periodicos.capes.gov.br/


probe

 Lançado em maio de 1999, o Programa Biblioteca Eletrônica - ProBE reuniu em consórcio até o ano de 2002:

Instituições fundadoras  (instituidoras).

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

Universidade de São Paulo - USP

Universidade Estadula de Campinas - Unicamp

Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" -UNESP

Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP

Centro Latino-Americano e do Caribe de Informações em Ci~encias da Saúde - BIREME/OPS/OMS

Instituto Tecnológico da Aeronáutica - ITA

Instituto de ensino superior e de pesquisa 

O ProBe contou com a adesão progressiva no consórcio de mais 32 (trinta e dois ) Institutos de ensino e de pesquisa situados no Estado de Sãqo Paulo.

http://probe.bvs.br/index1.php?home=true


                                      

ministeriocfbn

                                           

     A Biblioteca Nacional do Brasil, considerada pela UNESCO uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo, é também a maior biblioteca da América Latina.O núcleo original de seu poderoso acervo calculado hoje em cerca de nove milhões de itens é a antiga livraria de D. José organizada sob a inspiração de Diogo Barbosa Machado, Abade de Santo Adrião de Sever, para substituir a Livraria Real, cuja origem remontava às coleções de livros de D. João I e de seu filho D. Duarte, e que foi consumida pelo incêndio que se seguiu ao terremoto de Lisboa de 1º de novembro de 1755.

    O início do itinerário da Real Biblioteca no Brasil está ligado a um dos mais decisivos momentos da história do país: a transferência da rainha D. Maria I, de D. João, Príncipe Regente, de toda a família real e da corte portuguesa para o Rio de Janeiro, quando da invasão de Portugal pelas forças de Napoleão Bonaparte, em 1808.

http://www.bn.br/portal/